Mindfulness (Presença mental) da Respiração | Ensinamento da Semana #3

Este é o terceiro post da série Ensinamento da Semana, que a cada 7 dias traz um novo ensinamento budista/da linhagem Nyingma. No terceiro post, falaremos sobre a importância da respiração para o equilíbrio do corpo e mente.

• • •

blog-respiracao

 

Onde quer que você esteja e o que quer que esteja fazendo, você pode observar o fluxo da respiração, sentindo a qualidade da respiração enquanto ela se move através das narinas até os pulmões. Note se a respiração está superficial ou profunda, quão profundamente ela se move no peito, e a maneira que o diafragma está se movendo para acomodar o fluxo de ar. Sinta ou visualize a respiração passando pelas membranas dos pulmões até as artérias, e siga o movimento da energia através do corpo, à medida que ela flui pelos órgãos vitais e chakras e estimula os nervos, glândulas e músculos.

Quando a energia flui suavemente através do corpo, através dos órgãos vitais e chakras, você se sente energizado e alerta, a mente está clara, os nervos estão em posição para transmitir sinais e os músculos estão prontos para iniciar o movimento. A mente também responde e se torna mais tranquila e cooperativa. À medida que os pensamentos se tornam menos impulsivos e exigentes, você pode sustentar o foco e a concentração e direcionar sua energia de uma maneira mais aberta e relaxada.

a-natureza-como-porta-para-abrir

 

Ao expirar, sua respiração conecta a energia do corpo com as energias à sua volta, unindo-a com as energias positivas do ambiente, do espaço e do cosmos. Ao inspirar, você convida estas energias para o seu interior, encorajando uma comunicação sutil do interior com o exterior que estimula e revitaliza o corpo e a mente.

Mesmo em um nível habitual, nossos ambientes interno e externo parecem estar intimamente relacionados. A energia do meio ambiente se comunica com nossa energia interna, e cada uma pode afetar o modo como vemos a outra. Por exemplo, um dia brilhante de sol com o ar limpo e fresco convida um olhar brilhante e positivo, enquanto um céu nublado e ambientes fechados, com ar úmido e abafado, nos tornam mais vulneráveis à apatia e à depressão. Alguns tipos de pessoas são especialmente sensíveis ao modo como o ambiente e outras situações externas afetam seus corpos, sentimentos e pensamentos, enquanto outras poderiam negar que esta sinergia exista. Reconhecendo isso ou não, nossos corpos respondem à energia externa tão bem quanto à interna.

Retirado do livro Alegria de Ser, de Tarthang Tulku.

Os módulos 2 de nossos cursos de Kum Nye se propõem a desenvolver esse poder da respiração de trazer equilíbrio. Caso seja do seu interesse, clique aqui para conferir. A maior parte deles começa nas próximas semanas. E não há problema em fazer o módulo 2 sem ter feito o módulo 1, nossos módulos foram feitos para serem complementares, porém independentes.

Om Ah Hum!