Você conhece o Kum Nye – o Yoga Tibetano?

Quando aprendemos a abrir os sentidos e a tocar diretamente nossos sentimentos, o corpo e a mente estabelecem pleno contato um com o outro, e toda a nossa experiência se torna mais rica, mais saudável e mais satisfatória.
• • •

kum-nye-yoga-tibetano


O que é o Kum Nye e quais seus benefícios?

A palavra kum significa corpo ou corporificação. Nye significa massagem ou interação. O Kum Nye (pronuncia-se kum niê) é, essencialmente, a massagem, o cultivo do sentimento ativado pelo corpo.

Esse yoga tibetano caracteriza-se como uma série de exercícios simples, porém eficientes e curativos, que visam aliviar o estresse, transformar padrões negativos de comportamento, promover o equilíbrio e a saúde e aumentar nossa satisfação e apreciação pela vida. Os exercícios fundamentam-se em teorias dos sistemas de energias densas e sutis do corpo, que são a base da medicina tibetana e das disciplinas do Budismo sobre o corpo e a mente.

Embora seja uma tradição predominantemente oral, os textos médicos tibetanos referem-se ao Kum Nye como uma forma de cura de pensamentos e ações negativas, comportamento e dietas impróprios, que são resultantes do desequilíbrio e bloqueio de energia. Descrito em termos gerais nos textos Vinaya do Budismo (ensinamentos que guiavam a conduta de monges e monjas), o Kum Nye é visto como uma forma de alívio para a fadiga derivada de longos períodos de meditação. O Kum nye é parte das teorias e práticas médicas e espirituais que ligam a medicina tibetana à medicina indiana e chinesa. Esta linhagem deu origem a muitas disciplinas, tais como o yoga e a acupuntura, e está nas raízes de muitas outras mais recentes que tratam do corpo e da mente.

O valor único do sistema de relaxamento Kum Nye está no fato de abordar holisticamente o corpo e a mente, integrado e equilibrando o físico e o psicológico para gerar a saúde. Como conduz integração do corpo e da mente em todos os exercícios, esse relaxamento tem uma qualidade vital e duradoura maior do que  a sensação e bem-estar experimentada em exercícios físicos comuns: quando aprendemos a abrir os sentidos e a tocar diretamente nossas sensações, o corpo e a mente se conectam plenamente e tornam toda a nossa experiência mais rica, saudável e satisfatória.


História

Foto - Tarthang TulkuO Kum Nye, que durante séculos tratou-se de uma tradição oral, foi sistematizado e adaptado para o Ocidente por Tarthang Tulku Rinpoche, o Lama Chefe da linhagem Nyingma, que atualmente reside na Califórnia, Estados Unidos, e teve contato com a prática através de seu pai, um lama e médico tibetano, e seus gurus no Tibete, que o ensinavam como uma prática preparatória para a meditação.

O impulso para sistematizar o Kum Nye veio quando Tarthang Tulku mudou-se para os EUA na década de 70 e observou que havia dificuldade entre seus novos alunos ocidentais de ficar sentado por longos períodos devido a inquietações, distrações mentais e vários tipos de desconforto físico. Para ajudá-los, Tarthang Tulku introduziu exercícios de Kum Nye antes da meditação e obteve resultados muito positivos: pessoas que haviam tentado meditar sem sucesso por meses, ou mesmo anos, foram capazes de aquietar o corpo e a mente usando esses exercícios.

Baseando-se então nos princípios originais do Kum Nye, Tarthang Tulku utilizou o aspecto aberto desse yoga tibetano para adaptá-lo para servir às necessidades atuais, incluindo também seu estudo de medicina tibetana e tratados budistas puros. Desse esforço surgiu o sistema que hoje chamamos de Kum Nye.

 

Para quem o Kum Nye é recomendado?

O Kum Nye é recomendado para todos que desejam aprender a arte de desenvolver o equilíbrio, integrando o corpo, a mente, os sentidos e o ambiente. O resultado dessa experiência é um sentimento profundo de nutrição, frescor e totalidade que vai muito além do sentimento que em geral chamamos de felicidade.


Onde posso praticar o Kum Nye?

Atualmente, no Brasil, é possível praticar o Kum Nye nos Centros e grupos Nyingma no Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre (clique sobre os nomes das localidades para saber mais sobre as práticas e horários).

Porém, durante o 1º semestre de 2018, os Centros Nyingma do Rio de Janeiro e São Paulo oferecerão um curso de formação de instrutores de Kum Nye, disponível para todo o Brasil via webinar, o que tornará o Kum Nye muito mais acessível! O curso pode ser frequentado também por aqueles que desejam apenas conhecer e fazer um estudo mais profundo sobre o Kum Nye!

Saiba mais sobre o Curso de Formação de Instrutores!

 

 

Assine nossa newsletter para receber informações sobre todas as nossas atividades!